sábado, 10 de maio de 2008

Pitaco

O Blog do Pracinha trouxe à tona novamente um vídeo que foi exposto e discutido no Diário de Um PM há mais de um ano. Trata-se da filmagem onde novatos utilizando calça jeans e camisa branca "rastejam" pelo chão até adentrar o rancho. Estou de fora, não presenciei a cena nem tenho maiores detalhes, mas vou dar um palpite com base no exposto: se aquilo ocorreu na etapa inicial do curso (entenda-se primeiras semanas ou meses), não há mal ululante que enseje o clamor de providências por parte de OAB, MP, DH ou qualquer outro representante fora da esfera militar. O traquejo faz parte do choque inicial necessário para provocar certo impacto na intenção de modelar parte do comportamento anterior que será revisto, com privações de conforto e submissão a condições novas. Se o ato foi praticado em caráter excepcional, como punição ou experiência, mediante prévio planejamento e análise, é válido. A condenação seria para o abuso sem critério, o excesso inoportuno e a prática sem elaboração anterior, para satisfazer prazeres sádicos.

27 comentários:

Pracinha da PM disse...

Infelizmente, nada vai mudar na PM por muitos anos. Gosto do seu blog, apenas temos algumas divergências de idéias, OK! Obrigado pela visíta e pelo comentário em meu blog: Blog do Pracinha.

CB Mônica disse...

Um ótimo pensamento para um futuro coronel. Humilhação e tortura. O que mais podemos esperar? Ainda bem que és da Bahia. Já temos muitos déspotas aqui no Rio.

Victor disse...

Me parece que muitas vezes o que acontece é a existência de candidatos que já entram na corporação detestando o sistema militar, sem qualquer vontade de seguir essa carreira ou manter determinadas tradições. Muitos chegam sem qualquer vocação, simplesmente em troca de fonte de renda e sustento, e acabam por amargurar o resto da vida em uma condição que lhes desagrada. A estes nem o mais alto salário do executivo seria suficiente, tudo é motivo de infelicidade.

Alexandre de Sousa disse...

Cara, quando eu crescer quero ser conciso igual a vc, rs. Fala muito em poucas linhas.

Obrigado por participar do debate ressucitado pelo pracinha!

CB M.Maxímus disse...

Assim vemos a cabeça de quem humilha e de quem é humilhado. "Tradição"? Eu chamo de humilhação, mas eu sou praça sou da classe humilhada, diferente do pensamento de quem humilha e não passa por esse tipo de coisa. Eu também dou os parabéns ao futuro coronel (Graças a Deus da Bahia.)

SARGENTO LAGO disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
SARGENTO LAGO disse...

Olá companheiro. Sua opinião é válida, mas acredito que a "Ordem Unida" já cumpre esse papel.

CB Henrique disse...

Sou contra a divisão entre praças e oficiais e acho que graduação e patente serve para dividir funções e não para dar poder para um homem ou outro. O homem que se ilude com um poder tão pequeno também tem a alma pequena. Todos somos iguais perante a Deus, viemos e vamos para um mesmo lugar, Eu deixo aqui um pensamento que meu pai me deixou.

Não faça com os outros o que você não gostaria que fizessem com você, seu pai ou seu filho. Por que no futuro tudo será cobrado.

Anônimo disse...

Para os civis fardados, venho explicar que rastejo é tecnica de progressão militar no terreno. Saber rastejar bem e rápido pode significar a diferença entre a vida e a morte num combate. Na APM Bahia já restejei, fiz flexões de braços, etc e nunca me senti humilhado, pois nunca me xingaram ou agrediram. Pergunte a qualquer policial de Operações especias, como no BOPE, se eles se sentiram humilhadinhos.
Querem ser futuros coroneis, prezados invejosos? vão estudar. Querem ser civis? façam como muitos praças e vão para o lado de lá (da PC)ganhar a mesma coisa que ganham na PM.
Discordo do civil fardado que disse que ordem unida cumpre o papel de adestrar o ex-paisano que entra nas PM. Até integantes de banda marcial, com seus 13, 14 anos, pratica ordem unida e duvido que recebam algum adestramento.

CB M.Maxímus disse...

Isso é algum tipo de lavagem cerebral? Se é treinamento, poderiamos nós praças, assistir os cadetes rastejando na hora de suas refeições. Não seria humilhação ver os futuros coronéis de nossa polícia andando iguais a macacos e rastejando antes de comer. Ou seria?

Viva a PEC 21

http://pracasdapmerj.blogspot.com/
http://pracasdepoliciadobrasil.blogspot.com/

Alexandre de Sousa disse...

Cb Maximus, quando postei o vídeo no DPM quis justamente remeter à minha experiência como cadete na Academia. "Rastejei" em direção ao rancho tbm. Mas não senti-me humilhado.

CB Mônica disse...

Isso foi feito na frente de cabos e soldados? Aqui no Rio de onde o vídeo foi gravado isso nunca aconteceu. O "bol de praças" é muito rápido em divulgar essas coisas e não me recordo de nenhum grupamento de cadetes restejando na frente de praças.

Por favor, se aconteceu diga o BTL.

Pracinha da PM disse...

Caminhar de bunda para cima tal qual macaco é técnica de rastejo? Essa não me ensinaram! Aquilo não é rastejo, não é exercício de flexão de braço e nem "suga". É pura humilhação. Só não vê quem não quer!
A verdadeira autoridade não é prepotente nem se conquista pela força.
Espero que você (ou melhor, senhor - não quero ser comunicado via internet) não remova este comentário, a exemplo do que o senhor fez com o Sgt Lago. Por que o comentário do Sgt Lago foi removido? Saudações!

Victor disse...

O comentário foi removido por ele mesmo e logo depois novamente publicado, para que fosse reescrito em virtude de falhas ortográficas, não houve qualquer censura de minha parte.

Anônimo disse...

É notório que existe preconceito dos Oficiais em relação aos Praças, partindo desde o governo que favorece os oficiais em vários aspectos e não assiste os praças, e dos próprios oficiais que recusam até apertar a mão de um praça.Não quero NEM entrar no mérito do estudo, claro que a Academia requer mais estudo e temos q reconhecer o esforço dos Oficiais para chegarem a tal posto, mais temos que reconhecer o valor dos praças não somente com palavras e sim nas ações e atitudes diárias. Temosoficiais que saem da APM,achando que são "superiores" aos praças além do âmbito da hierarquia.

Anônimo disse...

Muito me admira praças da PMERJ (a PM mais desmoralizada do Brasil) estarem revoltados com bobagens. Recentemente, o sindicato de policiais civis do Rj divulgou uma NOTA PÚBLICA onde afirmou que o salário dos PCs do RJ jamais deveria ser atralado ao da PM, pois nem se comparava o nível do concurso para ambas as carreiras. Houve revoltinha? Isso sim é humilhação, mas quem cala, consente....

Emmanoel Almeida disse...

O Crime é Organizado, e a gente se dividindo cada vez mais... q pena.

CB Mônica disse...

A divisão parte de quem? Quem não come junto com a gente? Quem se mantem afastado e só comenta assuntos de polícia com seus pares? Nós?

Maxímus disse...

Quem afundou a PM do Rio não foram os praças irmão, foi foi sua "elite". Os donos do comando se tornaram politicos e mercenários e agora é tarde. Carregaram todos para o buraco e daqui a algum tempo só vai existir uma polícia no Rio e infelizmente não será a militar.

Anônimo disse...

Na era do petismo dominando o país, ressuscitaram a luta de classes. È pobre com rancor da classe média; é negro com ódio de branco e etc. E nas polícias, praças recalcados espumam ódio contra oficiais. Sou tenente da PMBA e cobro tudo que o regulamento me dá direito ,de continência a pontualidade no serviço, e isso incomoda, pois ninguém gosta de ser cobrado e fiscalizado . O que a maioria quer é transformar as PMs em repar tições públicas sem controle, sem comando forte. Existem servidores públicos que passas duas semanas sem pisar os pés no trabalho. A desmilitarização visa a isso, mesmo, a avacalhação geral. O problema é que vejo que a maioria dos tenentes perdeu sua identidade, querendo ser “amiguinho” de praça, como se possuísse sentimento de culpa por ser superior hierárquico. Todos merecem respeito, mas profissionalismo é profissionalismo.
Acho a PM a oitava maravilha do mundo? Não. Gostaria que todos, praças e oficiais, ganhassem bem. Mas não me esqueço de que ingressei voluntariamente na corporação, e se ganho mal, tenho meios de mudar de vida, tal como cursar uma faculdade de direito (na qual estou me formando). Conheço o regulamento militar e sei até onde posso ir. Os oficiais superiores da corporação são marionetes de políticos? São, sim. Mas isso faz parte do serviço público como um todo. Quem tem cargo em comissão joga o jogo do sistema mesmo. Nunca vi um ministro falar mal do presidente.
O jogo é igual para todos, o ingresso no oficialato se dá mediante concurso público, ninguém entrou pela janela.
Não são os oficiais que envergonham a corporação. Não foram oficiais que roubaram caixa de cerveja de caminhão nem que mataram criança de 04 ano com tiro, como ocorreu recentemente aqui em Salvador. Oficiais não promoveram a chacina da Candelária nem de Vigário Geral (onde 100% das vitimas eram inocentes). Olhem para o rabo antes de criticar.

Anônimo disse...

Cara repetitivo, postou isso em todo lugar, isso é falta de argumentos é? Ou acha que esse textinho é uma obra prima? Em um debate aberto sem ofensas e hierarquia os oficiais não teriam como sustentar as suas teses. Tiramos por esse que faz um texto e copia em todos os lugares.

Peço desculpas ao dono do Blog, mas o cara é chato.

Anônimo disse...

Não foram oficiais que roubaram caixa de cerveja de caminhão nem que mataram criança de 04 ano com tiro, como ocorreu recentemente aqui em Salvador. Oficiais não promoveram a chacina da Candelária nem de Vigário Geral (onde 100% das vitimas eram inocentes). Olhem para o rabo antes de criticar.

Anônimo disse...

Então quer dizer que vc é "inimigo" dos praças. O respeito a hierarquia é incontestável, mais não dá direito a humilhação. É importante salientar o comentário feito alguns tópicos acima: "O Crime é Organizado, e a gente se dividindo cada vez mais... q pena."

arsandrius disse...

Realmente é um grande problema o número de indivíduos que ingressam no serviço público sem o menor compromisso com a causa pública, e isso é muito mais grave nas PMs, onde o serviço exige uma vida de sacrifícios, e muitos já entram indispostos a se dedicarem ao ideal do serviço PM e do sacrifício pela sociedade. Claro que existem muitos que até possuem boas intenções porém são mal recepcionados na casernas, o que aos poucos vai minando a nobre motivação, às vezes não é a recepção na vida militar que desmotiva o servidor, mas sim um longo tempo de dificuldades e decepções. Cada um deve fazer uma análise pessoal do que causa o seu atual estado emocional em relação à profissão PM, e a partir daí adotar uma conduta franca condizente com o resultado dessa análise, sem eximir-se de eventuais "culpas motivacionais". Quem adota a carreira militar deve entender que ela é mais que uma carreira, deve ser um sacerdócio voltado ao bem da sociedade e da pátria, e isso implica em sacrifícios(inclusive no adestramento de tropa) que devem ser feitos por cada um.
Também é importante que as pessoas deixem de idealizar uma situação que não existe e ao verificar isso se decepcionarem. Quanto ao caso do rastejamento, existem procedimentos que são parte dos costumes militares, como também muitas vezes há excessos nessas práticas. Existem situações em militares se submetem a comdições que seriam ditas vexatórias e penosas no meio civil, mas que são importantes para instrução e adestramento militar(isso pode acontecer em certos cursos por exemplo), inclusive exostem muitos casos em que superiores e subalternos se igualam para realizar tais práticas, sofrendo as mesmas dificuldades e privações, sendo que muitos reconhecem depois a necessidade de tais procedimentos.Porém o compromisso, a dedicação e o valoes morais elevados permeia tudo isso, se falta um desses fatores em uma das partes no processo os costumes militares são pervertidos e mal direcionados.
O tema merece muitas reflexões e não comentários apressados e emocionados.

Pracinha da PM disse...

Adestramento militar? Acabei de crer que realmente os oficiais querem nos tratar igual a animais. Adestramento militar, veja só essa. Adestramento militar. Vamos adestrar os recrutas: Sente-se! Levante-se! Deite-se! Fique de bundinha pra cima! Ande igual macaco! Muito bom, recruta, muito bom!. Agora você pode ir para o rancho comer, mas tem que ir andando igual macaco. Atencão... Vai!

Anônimo disse...

É ASSUSTADOR O NIVEL DO INTELECTO DO GRAU SUPERIOR NA FACULDADE BAIANA EM Q ESTE TEN PM , ESTA ESTUDANDO. E O MAIS TRISTE É Q ELE SÓ VE SUJEIRAS NA BASE DA CAS E NAO NO TETO, ACHO Q O RECALCADO É LEL, POIS MESMO COMO SUPERIOR, ACHO Q A POLICIA TEM Q PENSAR COMO POLICIA E DEVE E SERÁ DESMILITARIZADA, QTO MAIS COM UM SUJEITO DESTES QDO COMTE, POIS INFELIZMENTE A DEGRADAÇAO É UMA QUESTAO DE TEMPO, E O MILITARISMO NO BRASIL É MUITO AMADOR E SEM MUITO PROFISSIONALISMO. EX. MEU PRIMO Q É MILICO DAS FORÇAS ARMADAS,FOI FAZER UM ESTAGIO NO EXTERIOR, E SUA SURPRESA E Q LÁ OS GRINGOS Q NAO ERAM SÓ DE 1° MUNDO , RESPEITAVAM SEUS SUBALTERNOS PELA PERICIA E TECNICA DOS MESMOS, ENQUANTO NO BR SÓ PREVALECE O CONCEITO DE UM OFICIAL, BEM ISSO NAS FA, NA PM AINDA CONSEGUE SER PIOR. ex.certa feita um aviao entrou no espaço aereo BR, e pousou na base aerea aqui no RIO, este aviao era dos marines USA, o cmte da base mandou perfilar tropa, e até teve hinos nacionais, qdo para sua surpresa o piloto era um sgt e o co-piloto um Ten,como nao bastasse o CMte da BAse convidou o of ianque, para ir almoçar no cass dos of, ele falou q iria almoçar aonde o sgt, Cmte do caça almoçasse, o Cmte ficou todo sem jeito, mais percebeusse q lá os militares sao forjados na tecnica, na luta, e na competencia . CUIDADO TEN, O TEMPO É O SENHOR DA RAZAO, E COMO DIZ UM DITADO CHINES, A VIDA E VALIDA QDO TEMOS MUITOS AMIGOS, E QDO QUEREMOS TRANSFORMAR ESTE MUNDO NUM MUNDO MELHOR, SEM PRECONCEITO E SEM SEGREGAÇAO. " O PIOR RACISTA, O PIOR" PRECONCEITUADOR, É AQUELE QUE OLHA PARA QUEM HUMILHA, E O FAZ DE ESPELHO DAS SUAS PROPIAS FRAQUEZAS.

Anônimo disse...

Tres intiresno, gracias

 
BlogBlogs.Com.Br

'Digite seu e-mail:'

Fornecido por FeedBurner