quinta-feira, 11 de setembro de 2008

Malogro

A PMBA perde mais um sargento, em menos de 24 horas. Novamente o Correio, A Tarde, iBahia, Aratu e Itapoan informam o homicídio praticado contra um policial militar, José Jorge de Arruda, vítima de vários disparos de armas de fogo quando de folga, próximo ao local onde morava. O fato demonstra a imprevisibilidade de crimes como o homicídio contra policiais, que passa semanas sem nenhum registro, e agora acontece com intervalo de tempo inesperado. Houve resposta imediata nos dois casos, com prisão de suspeitos, o que infelizmente não parece suficiente para evitar que novos fatos lamentáveis como estes venham a ocorrer. Aparentemente, não há sequer o que apontar como descuido dos PMs em relação aos fatores que possam ter permitido a ocorrência, estavam simplesmente seguindo em normalidade suas vidas, quando foram atacados covardemente pelos criminosos, sempre impiedosos, executando policiais de modo dantesco.

3 comentários:

Fábio Campos disse...

A Polícia Militar lamenta profundamente a perda destes dois companheiros, que possuíam uma conduta exemplar. Em 29 anos de serviço não tinham nenhum registro de indisciplina ou crime em suas fichas profissionais. Foram afastados brutalmente do convívio de seus familiares e amigos, por elementos diretamente relacionados ao tráfico de drogas que atuavam em seus bairros. Desejamos muita força para as famílias ao tempo em que o Comando da Corporação coloca a inteira disposição destes familiares, o serviço de ação social da PM, para que possa ampará-los neste momento tão difícil de suas vidas.
Fábio Campos - 1º Ten PMBA
Deptº Comunicação Social

Anônimo disse...

Enquanto isso advogados e magistrados envolvidos em vendas de sentenças continuam impune. Isso é a BAHIA.

João Seibert disse...

Enquanto não ouver repressão esse fatos continuarão acontecendo, daqui a pouco tempo iremos viver num "rio de janeiro".

 
BlogBlogs.Com.Br

'Digite seu e-mail:'

Fornecido por FeedBurner