sábado, 18 de outubro de 2008

Novo Concurso Soldado PMBA

Boas novas, o Diário Oficial do Estado traz hoje o edital de abertura das inscrições Curso de Formação de Soldado da Polícia Militar com novas 3200 vagas, sendo 2800 para policial militar e 400 para bombeiro militar. O edital traz diversas informações sobre as provas, conteúdo, exigências, destacando-se o período de inscrição, previsto para iniciar-se no dia 1º de dezembro do presente ano, no valor de R$ 59. Durante a formação, o aluno deve receber bolsa de estudo de R$ 415 e após a formatura, para quem trabalha 40 horas semanais, a remuneração somando soldo e GAP é prevista como R$ 1.549,78. Bastante providencial este anúncio de novas vagas, a PM necessita de mais esse reforço urgentemente, tomara que as etapas do concurso tenham andamento mais célere e menos polêmico que o último realizado. Aos candidatos, bons estudos, preparem-se.

19 comentários:

Anônimo disse...

È a Pm inchando...inchando e nunca vamos ganahr bem desse jeito..

Victor disse...

O anônimo se incomodaria em argumentar melhor a opinião defendida? O desejo em manter um efetivo insuficiente, minúsculo, como forma de buscar melhores condições salariais, parece bastante inconseqüente e irresponsável, vide o elevado risco que tal fato gera para os policiais e a sociedade em geral.

Anônimo disse...

Bom, vamos argumentar, então.

A PMBA tem 2500 PMs em desvio de função. Salvador tem 25 CIPMs. Se os parasitas forem aproveitados no serviço opéracional, seriam 100 policiais a mais para cada CIPM, ou seja, considerando que cada CIPM atuamente tem pouco mais de 100 homens, dobraria o numero de Policiais das CIPMs sem inchar a folha.
Chegue em orgãos como o DAL, DF e DP que você vai ser pessimamente atendido por policiais que ficam o dia todo num gabinete fofocando sem ter o que fazer, enquanto prestam um pessimo atendimento ao publico interno.
Além do incremento natural no efetivo causado pelo emprego dos parasitas no serviço operacional, o uso de cameras diminuiria em cerca de 80 por cento dos crimes contra o patrimonio onde tais equeipamentos eletronicos são instalados. Essa estatistica (80%) é a mesma em londres, algumas cidades do inteiro de SP e no Centro Historico de Salvador.Ouseja, a fiscalização das ruas pode ser otimizada sem inchaço de pessoal, que representa um custo muito grande no passivo de qualquer orgõa ou empresa (qualquer tecnico em administração sabe disso).
Sabe por que sal valia ouro na antiguidade e hoje custa centavos o quilo? pela abundancia. O que é ambundante tende a ser desvalorizado. PM está virando sal, abundante e barato. Inclusive nessa fabrica em serie de oficiais da APM/BA, onde antigamente se formavam 30 aspitantes por turma e hoje se formam às dúzias...sabe quando vamos ganahr bem? NUNCA.

Anônimo disse...

Caro Vitor.

Em primeiro lugar queria parabenizar você pelo excelente blog e pela ótima forma de moderação.
Em segundo lugar queria expor aqui a minha indignação pela forma que o governo prejudica as pessoas sem o minimo de piedade e compaixão.
Qual a necessidade que o governo tem de fazer um concurso se há outro em andamento?O concurso de 2006 foi homologado em abril deste ano,ou seja,não tem nem um ano decorrido de sua validade.
A fundação carlos chagas elaborou um edital falho,com a principal intenção de angariar fundos.Um concurso público que teve uma quantidade recorde de inscrições, excluio do concurso todos os candidatos que não tiveram sua redação corrigida. A total falta de senso e responsabilidade é demonstrada no novo edital, que diz que vai corrigir as redações 4 vezes o numero de vagas, e não 2 como foi feito no concurso passado.
Com a convocação dos candidatos já aprovados,ganharia-se tempo,e não fariam tantas pessoas se sentirem lesadas.
Quero dizer a todos que foram aprovados que entrem na justiça, que o estado é obrigado a corrigir as redações e convocar os aprovados do concurso de 2006. Para isso é precisso entrar com uma liminar pedindo a correção da redação.
A constituição brasileira é clara.O governo pede fazer outro concurso antes de aspirado o prazo do que está em curso,porem os que foram aprovados no concurso interior tem o direito de ser convocado com preferêcia.
Quero agradecer você Vitor pelo espaço,e pesso que você trate esse assunto mais a fundo.Pois estamos sendo lesados,e isso não pode continuar acontecendo.

Borges disse...

Ah! tudo balela...
Todo mundo sabe o que está acontecendo hoje na Bahia...

Vamos ver agora se o serviço de investigação vai barrar pelo menos metade dos "bixos" que se inscreverão nesse concurso.

Anônimo disse...

Sou contra a PM chamar "refugo" de concurso. Preencheu as vagas? aabre-se outro cocurso.

Victor disse...

Agora com a explicação ficou mais fácil interpretar a opinião, que por sinal faz sentido sim. Com o efetivo que as CIPM´s dispõem hoje é praticamente impossível executar um bom policiamento, há necessidade de reajustar a situação, seja através de remanejamento de pessoal da área administrativa, investimentos em tecnologia ou qualquer outra saída que apresente resultados. Continuar com guarnições fracas e módulos vulneráveis é que não dá, expõe a elevado risco a tropa.
Sobre realizar novo concurso em vez de chamar do último, é realmente uma situação a ser estudada, mas por falta de maior acompanhamento do assunto prefiro não comentar.

abrahão disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
abrahão disse...

Observações interessantes o Sr. Anônimo fez. Todavia, lembremos que o nosso estado não é composto apenas por SSA, e que 25 CIPM's não é nem um terço das unidades da PMBA que têm seu efetivo defasado. Com certeza, esta otimização de recusos humanos proposta pelo colega em anonimato é muito bem recebida por todos nós. Mas lembremos que a Polícia Militar cobre os 416 municípios do estado, e que estes 2500 homens (que infelizmente não dividem o banco da viatura conosco) pouco amenizariam o defict. Todavia, discordo completamente da teoria que com um maior efetivo, ganharíamos menos. Observe que a remuneração não é vista apenas diretamente, ou seja, melhores condições de trabalho, escala melhor, mais segurança no trabalho, um público interno mais novo...estes pequenos "detalhes" fazem toda a diferença. Pergunte às famílias dos 28 colegas mortos se a segurança através de um efetivo melhor e condições de trabalho seriam mais ou menos importantes, e logo teriam a resposta. Evidentemente, mortes aconteceram fora do serviço, muitas vezes em serviços extra-corporativos; no entanto, lastreados na impunidade de saberem que o aparato policial muitas vezes tem sido inficaz diante da ousadia dos marginais. Exemplo: Se me dessem a secolha de manter o salário por algum tempo sem reajuste, mas me dessem dois patrulheiros na RP, prefiro os dois patrulheiros. Mas se os colegas preferem diligenciar em áreas de risco com GU tipo A para correrem a possibilidade de receberem um pequeno reajuste periódico, paciência.
Outro detalhe importante, através da formação de novos policiais, podemos melhorar sim a Instituição, capacitando-os desde já como profissionais de Segurança Pública. Não que os antigos sejam melhores ou piores, mas sabemos que a formação continuada na Corporação não tem sido um dos pontos mais fortes, além de que a ESCASSEZ DE EFETIVO inviabiliza que instruamos o policial sem que sua folga seja ceifada.
No mais, desejo ao Cad Vítor Fonseca ainda mais sucesso neste trabalho que já se tornou essencial para qualquer operador de Segurança Pública.

Asp PM Farias - 13º BPM/TF

Anônimo disse...

lÁ VAMOS NOS OUTRA VEZ

1)Mesmo difundindo os 2500 parasitas pelo interior, convenhamos que ainda sim seria um ganho muito grande para a operacionalidade.

2) Não foi o efetivo policial deficitario que provocou a morte dos 28 PMs esse ano. A Policia Civil é seis vezes menor que a PM e não se vê Pc morrendo todo dia. O vagabundo não é burro e sabe que, se matar um deles, a reação vai ser imediata. A PM não reage às mortes dos seu, e não me pergunte porque, pois eu não sei

3) Quantidade não é qualidade. Pense em PMs que: só pensam em faculdade; só querem miar; passa horas e horas ao celular no serviço; omissos que não abordam ninguem. Dois BONS policiais são mais eficientes que duzia de pesos mortos fardados, mas ninguem afere produtividade operacional na corporação, e uteis e inuteis ficam difusos e misturados no seio da tropa.

4)A PM não tem estrutura (Quartel, munição, beliches, fardamento, alimentação, instrutores, etc) para formar mais de tres mil homens simultaneamente, isso é fato irrefutavel.

5) O processo seletivo e de formação de tamanha monta tende a ser falho (principlamente no tocante à conduta do neofito) . Muitos marginais passam despercebidos nessa massa humana,sendo muito mais facil detectar eventuais desajustados em turmas pequenas.

6) Governos não geram riquezas. O Orçamento estatal é um só. Claro que mais PMs suprimem a possibilidade de aumento salarial. Sou PROFISSIONAL e quero ganhar bem, sim. Meu trabalho não é lazer, é PROFISSÃO. Quem "ama" o que faz é amador.

7)Ja falei uma vez e acho que não precisa desenhar... otimização de recursos tais como: cameras; inteligencia policial (coisa que a PM não usa, não trabalha com rede de informações); mobilidade maior do policiamento (bases moveis, motocicletas, etc); capacitação profissional (tem policia que não sabe colocar um carregador numa pistola) melhoria sensivelmente a qualidade do policiamento sem precisar inchar a folha.

8) Aspira, quando vc der seu primeiro tiro na area, , avise ao anonimo aqui, ai eu passo a te considerar adulto...

Anônimo disse...

Ao anônimo acima.

Em que mundo você vive? Acredito que em um mundo só seu,cheio de preconceito e de uma idividualidade terrível.
Se espresa muito bem com as palavras,mais não tem o minimo de fundamento.
Se a pm continura no ritimo que vai,você vai acabar trabalhando só. Cocordo com você, no que se refere em contratações gradativas.

Anônimo disse...

Na falta de refutação aos meus ARGUMENTOS, fala de mim...

abrahão disse...

Sr. Anônimo,

Reclama de que o outro anônimo fala de você mas me direciona um comentário fútil. Pra sua cultura, já dei sim meus tiros por aqui. Todavia, não quero nem preciso (neeem de longe) de consideração ou estima de alguém que tem medo de colocar seu nome num blog respeitado como o abordagem. No entanto, não vou ficar aqui direcionando comentários a V.Sª, desviando a finalidade principal deste espaço para PROFISSIONAIS de Seg. Pública, que enxergam um pouco além de seus próprios umbigos. O que não podemos é ficar submersos em frustrações atacando pessoas (que não tem medo de se identificarem) aleatoriamente sem saber o trabalho que estas vem desenvolvendo em prol da Corporação. Não é necessário que ofusque a estrela de ninguém para que a sua brilhe. Espero sim, que venham mais 3000, 4000, 5000 neófitos, que eu possa ajudar onde se realmente pode melhorar alguma coisa na Instituição, que é na formação básica e continuada. Quanto a questão de se formarem turmas menores e contínuas, sou totalmente de acordo. Mais vala formarmos 1000 policiais por ano do que 4000 a cada quatro anos. Ainda ao anônimo, vejo como plausí veis vário de seus argurmentos, mas para alguém que se acha tão eloquente, deveria absorver de uma forma mais amena uma simples réplica de alguém que combate ao seu lado e NÃO contra você.

Espero que tenha coragem de assinar seu nome no seu próximo comentário, do contráio, como poderemos levar em consideração ARGUMENTOS de alguém que se esconde atrás de um IP de Lan House?!

A todos os companheiros de farda, um forte abraço!

Asp PM Farias

Anônimo disse...

Aspira,

Vc é pscoterapeuta de que linha para dizer que sou frustrado? sou bem resolvido, só não gosto de birra infanto-juvenil.
Quer ser mais um? seja, contente-se com a mediocridade..

abrahão disse...

caro moderador,

Apenas a título de sugestão...seria de bom alvitre,
se possível for, bloquear a alternativa de comentários anônimos.

Parabéns pelo trabalho,

Um forte abraço,

Asp Farias

Victor disse...

Tenta-se manter uma discussão saudável neste espaço, também lamento que frustrados com emoções reprimidas façam mau uso do recurso para desafogar mágoas, de tal modo que relego ao desprezo as ofensas que são ditas sob o manto covarde do anonimato. A única saída definitiva seria fechar os comentários somente para perfis logados na rede blogger, o que afastaria muita gente boa que discute nesse espaço; sendo assim, por ora fica mantida a opção, com a ressalva de que comentários jocosos e depreciativos podem começar a ser apagados, coisa que não aconteceu em nenhum dos mais de 400 posts até hoje, nesses 10 meses de blog, já que se espera um comportamento adulto e profissional do público-alvo da página.

blogger disse...

Olá companheiros da briosa PMBA, é importante trocar recados sobre nossa corporação, mas vcs estão sabendo, qual será os procedimentos, para implantar os salários dos PMS aposentados pela previdência,e as correções? sabiam que nós PMS aposentados vamos receber aumento pela previdência, pode ser um laço; para travar nossos aumentos, se liguem projeto do GV Wagner projeto de lei 17. 546/2008 verifique abraços ,CAP, Tadeu ja colocou uma emenda para tentar modificar!!

Anônimo disse...

Nice dispatch and this fill someone in on helped me alot in my college assignement. Say thank you you for your information.

Anônimo disse...

- 2500 PM's é uma cifra bem generosa. Qual a fonte deste dado. E se houver? Na retirada de todos estes para a operacionalidade, quem realizaria a atividade meio?

- A Polícia Civil praticamente não trabalha. Fica atrás de balcões para receberem das mãos da PM a ocorrência sem maiores riscos. Dormem em casa nos plantões ou se trancam nas DP's da vida, ao lado dos inseparáveis colchões. Nunca vi policial civil fazendo bico de segurança em supermercado, farmácia ou show algum, não me pergunte o porquê. Já o praça, vejo aos montes, tendo que se expor para complementar renda.

- Se a PM reage ou não reage, isto é você quem diz. A pergunta é, quem já reagiu hoje? Ou melhor, reagiu quando? Ou ainda, reagiu algum dia sequer na vida? Como tem trabalhado? Esconde viatura? Dá avião? Dorme em serviço? Isso independente de ser praça ou oficial. Na verdade, de tenente pra baixo...pois é quem concorre a escalas de serviço.

- "PM's que só querem faculdade", etc. Se o PM quer cursar nível superior é macetoso; se fica estagnado é alienado. Mas a palavra chave do "tópico 3" é COMPROMISSO. Concordo em parte. Pergunte a qualquer cidadão se prefere uma dupla de policiais, mesmo que bidunga, que "mia", etc, nas vias de acesso para sua residência, ou se prefere zero PM. Todavia, nem sempre o cidadão conhece que o necessário nem sempre é igual ao desejado. Aí vem avaliações de desempenho, geoprocessamento, etc. Também concordo, mas prefiro um efetivo maior. Quem acompanha as notícias, pelo menos do estado da Bahia, viu o recente assalto a banco em Ibicaraí. Efetivo de serviço: 01 na Central, 02 no P.O. à pé e mais 02 na R.P. Fico imaginando se eles, naquele momento, eram tão contra a formação de mais 3, 4, 5 mil PM's.

- Quanto à falta de estrutura...infelizmente é fato. Talvez com a efetivação dos batalhões escola possa reduzir tal problema, se forem bem geridos.

- Sobre orçamentos estatais...PPA, LOA, LDO...tudo isso existe também. Aumentos de contingentes de servidores públicos não são feitos ao bel prazer do administrador. Quanto a profissionalismo. Fico pensando como é fácil ser profissional num gabinete. De qualquer sorte, se é profissional e não ama o que faz, o nome disso é frustração. Certamente há algum serviço no mundo que amaria realizar. Se não há tal serviço, o problema está em gostar ou não de trabalhar, de produzir. Aí, é questão idiossincrática "anônima".

- Significado de Amador: adj. e s.m. Amante, namorado.Apreciador: amador de quadros.Que pratica qualquer arte ou esporte, sem ser um profissional: o atletismo é um esporte de amadores. Curioso, diletante: trabalho de amador.

- Só pra encerrar, este "anônimo" deve ser oficial. Que lástima! Ser comandado, coordenado ou chefiado por alguém assim.

- Permanecendo os anônimos, fico eu também no anonimato.

 
BlogBlogs.Com.Br

'Digite seu e-mail:'

Fornecido por FeedBurner