sábado, 11 de outubro de 2008

Dantes

Conforme divulga manchete de capa do Correio, volta a ser tudo como antes no quartel de Abrantes, ou melhor, em Salvador-BA. A SET deixará de efetuar blitze para fiscalizar o cumprimento da lei seca, o que tacitamente torna a legislação inoperante. Quem for flagrado conduzindo veículo sob efeito de álcool continua passível das punições, porém só tende a ser capturado após demonstrar comportamento escandaloso no trânsito, ou pior, após acidentes terem acontecido. É a alegria dos incautos, ladeada pela dor das vítimas, a tristeza das viúvas, a solidão dos órfãos, a agonia dos amputados e todo o rol de pessoas que sofrem as conseqüências da imprudente direção irresponsável. Suspeita-se de medida eleitoreira, típica da politicagem municipal, vista na criação da Guarda Municipal de Salvador, nas recentes medidas "apaziguadoras" do trânsito, como a conversão das multas nas infrações leves ou médias por meras advertências, ou a permanência dos sofisticados novos radares até agora desligados, talvez anseando o dia seguinte ao 2º turno para entrar em ação, agora contando ainda com o fim das abordagens sob alegação de que custam caro para completar o aparato de campanha. Assim segue a vida na terra do(a) vereador(a) Leo Kret. Vamos em frente, o susto ainda foi maior pela cedilha em suspensão, nas letras garrafais do jornal.

Um comentário:

Anderson disse...

É uma pena, os irresponsáveis agora comemoram! Medida eleitoreira, sem dúvidas!
Mas o pior foi a cedilha, o português já mudou? Incluiram essa regra nova tb foi? Se ainda fosse bem discreto, lá no canto da página... mas no título!?

 
BlogBlogs.Com.Br

'Digite seu e-mail:'

Fornecido por FeedBurner