sexta-feira, 11 de julho de 2008

Trote

É tema recorrente em reportagens, parece infindável, mas nem por isso deve deixar de ser combatido. O trote representa grande mal à prestação de serviços de emergência, mas a sociedade não tem tomado providências suficientes, nem as autoridades competentes. É oportuno e necessário introduzir noções educativas às crianças em idade escolar para desestimular esta prática, uma vez que muitos pais ausentes pouco acompanham as práticas dos seus filhos, alguns até devem acha graça em tamanha tolice, mas é parcialmente compreensível por se tratar de crianças. Porém é inconcebível que um adulto, à exceção dos incapazes, seja vezeiro nesta prática, como uma mulher que fez somente este ano 4240 ligações para o 190 por motivo de brincadeira. Possivelmente ela não fez isso sempre escondido, deve ter alguém que saiba desta prática perniciosa mas mantenha uma cumplicidade igualmente maléfica, prejudicando toda a sociedade, que sempre vai reclamar da demora dos bombeiros, da polícia, mas pouco age no sentido de facilitar este trabalho. Porém vou mais adiante, assumindo o risco de errar por ainda desconhecer a fundo o processo legal para se identificar um número e buscar providências: como é que a polícia se deixa ser lesada por tanto tempo? Ou é inércia dos responsáveis ou então entraves judiciais impedem a repressão, porque a partir do terceiro trote já parece ser suficiente a reação, quanto mais esperar reunir a casa dos milhares e ainda assim ser lesado dia após dia pela mesma pessoa. Há anos vejo histórias de brincantes que fazem centenas de ligações sem necessidade; será que não há como legislar algo neste sentido, ou aplicar lei já estabelecida? Difícil acreditar, mas além de merecermos, temos que nos dar mais respeito.

3 comentários:

Anônimo disse...

Trabalhei na CENTEL durante quatro anos e posso confirmar sobre a situação dos trotes, mais posso afirmar que a não iniciativa em tomar providencias contra os individuos que passam trote é o grande, otivo dos mesmos , uma vez que na propia centel há um programa conhecid como DAMIT, que da endere, ponto de referencia do local de onde sai os trotes, fora istos os nº de celular são sempre os mesmos, ( poderiam ser monitorados pelo SI)sendo assim e ñ havendo represaia contra os autores de trote, "que é crime"eles irão continuar, causando transtornos a sociedade, pois quando o mesmo passa um trote, retira uma vtr que poderia estar em um lugar que realmente precise.

Victor disse...

Agradeço pelo esclarecimento, mas para mim ainda não ficou claro: de acordo com sua vivência, qual seria o motivo para não estar havendo repressão aqui, apesar dos recursos disponíveis?

Scania disse...

É prisão mesmo...

 
BlogBlogs.Com.Br

'Digite seu e-mail:'

Fornecido por FeedBurner