terça-feira, 12 de agosto de 2008

Finado

João Batista da Cruz Pontes, identificado como policial militar reformado, foi morto hoje à tarde durante roubo em coletivo. Segundo o divulgado, o homem de 53 anos teria agido conforme seu instinto profissional, ao tentar alertar o motorista para que acionasse um posto policial, quando o bandido efetuou os disparos atingindo-o fatalmente. Há quem sustente que o simples olhar do policial teria sido suficiente para motivar sua execução, o certo é que lamentavelmente mais um homem morre em virtude da profissão, servindo de alerta a todos, e estímulo para que, dentro de suas limitações, todos que puderem busquem ter seu próprio carro usado, uma moto simples, algo que esteja ao seu alcance, mas que o livre de continuar a circular no transporte coletivo, cujo risco periodicamente é confirmado através de notícias tristes como esta.

2 comentários:

Danilo Cerqueira disse...

Não entendo que a substituição do transporte coletivo por um financiamento que via de regra está fora do alcance da maioria dos policiais seja a solução!!!
A situação é que a sociedade e o estado devem dar uma resposta a essa onda de violência que acomete o Brasil em especial a cidade de Salvador.
Sem contar que em alguns casos, o policial que adquire um financiamento para adquirir um veículo é obrigado a complementar a sua renda com o bico, e aí é onde também tem-se grande número de óbitos de policiais, ou seja, estamos tampando o sol com a peneira.

Victor disse...

Há motocicletas novas a prestações de pouco mais de 100 reais, sei que não é compatível com o orçamento de muitos, mas aguardar o fim da criminalidade para tomar providências é desperdiçar inúmeras vidas e famílias. Tem muita gente que gasta essa quantia em bebidas, festas e outros gastos não essenciais, deixando de lado a própria segurança.

 
BlogBlogs.Com.Br

'Digite seu e-mail:'

Fornecido por FeedBurner