quinta-feira, 7 de agosto de 2008

Nazireu

A Operação Nazireu, desencadeada pela PMBA já há alguns dias, apresentou resultados satisfatórios, conforme divulgado hoje, com redução de 47% no número de homicídios em Salvador, chegando a 88% de diminuição no sábado e domingo. Nazireu significa consagrado, uma das características das tropas que foram convocadas para executar as ações, pude ver pricipalmente a atuação do Tático Ostensivo Rodoviário - TOR do BPMRv e da Companhia de Polícia de Ações em Caatinga - CPAC. Porém mais do que a técnica reconhecida dessas tropas, diria que o resultado deveu-se ao impacto da surpresa pelas viaturas e uniformes ostensivos desconhecidos na capital, essas unidades não circulam pela cidade normalmente. Logo, a chegada do que é novo, em razoável quantidade, e agindo dia e noite em abordagens intensas, rendeu resultados; o perigo reside na visão de que este é um dos últimos recursos disponíveis, convocar efetivo de outras regiões do estado para atuar na capital, desgastanto a mística eficiente de seus uniformes e práticas. Possivelmente mediante horas-extra e planejamento especial seria possível convocar guarnições capacitadas na capital para cumprir a missão, porém sem contar com a surpresa do inesperado, exótico. Conforme as estatísticas o resultado parece ser satisfatório, resta saber se ainda há cartas na manga para as próximas crises e colapsos que vierem.

8 comentários:

Anônimo disse...

Eu acho muito válida esse tipo de ação da polícia militar.Mas Não acho prudente usar esse tipo de força nesse tipo de terreno.Uma especializada em caatiga, que é uma região totalmente diferente de uma metropole,que é o caso de Salvador.E mesma coisa é um batalhão especializado em fiscalizar estradas.A polícia militar da bahia,já passou de ter um grupo específico para esse tipo de ação,como é o caso do tão falado bope.Na realidade,o que se percebe,é um total descontrole na distribuição de força.Não tem cabimento a polícia militar, não ter um esquadrão de elite,e se tem,nunca ouvi falar.Ouve-se falar muito do coe,que faz parte da polícia civil.No interior então,prefiro nem comentar...

Anônimo disse...

A PM tem sua COE, sim, e muito mais antigo e bem preparado do que o da Policia Civil. Muitos da COE da PMBA têm cursos até no Exterior (montanhismo na colombia, SWAT nos EUA, contraguerrilha urbana em El SALVADOR, ETC).
A questão da COE da PMBA é que ela não faz marketing e nem vive de mídia. Jamais verás a COE/BPchq escoltando presos, fazendo Blitz ou cumprindo mandados de prisão. Operações Especias são aquelas que exigem do militar (sim, militar, pois Op. Esp.é um instituto militar, indevidamente apropriados por não-militares) alto grau de especialização, como resgate de refens ou combate desativação de bombas. escolta de "Pernas" e congeneres, qualquer guarnição da PM faz.

Anônimo disse...

Caro anônimo,não é questão de marketing.Prá quê,um grupo tão especializado,se tem que convocar os "miseravão".Caatinga também não faz marketing,e é tão respeitada quê na hora da pi...é os caras que vem.Só não ache que tem que ser eles a fazer esse trabalho,e sim o coe da pm,que você dis ter.Porque eu nunca ouví falar.Um forte abraço.

Anônimo disse...

Deveria se informar mais, meu caro. Forma feitas varias reportagens ano passado sobre a Companhia de Operações especias do Batalhão de Choque. O COE não deve ser banalizado. È para ser visto em situações de resgate de refens e congenere. Vaagabundo, a RONDESP mata, como matou anteontem na Federação e ontem na Santa Cruz.

Anônimo disse...

com certeza esse que falou que as especializadas do interior (CIAC,CPAC,CAEMA,CAEL...) tem que vir para a capital para resolver não entende nada da nossa briosa...para seu conhecimento para fazer parte dessas tropas o soldado tem que fazer um curso no Batalhao de Policia de Choque...ou seja o BPChq é mais do que especializado e capaz de ir as ruas resolver...basta a ordem partir...

sertao disse...

Meu caro colega, eu acho que voce esta um pouco enganado, pra ser de uma unidade especializada (CAESG,CPAC,CIAC,CAERC,CAEMA,CAEL,CAESA.)nao é necessario fazer nenhum curso no BPChq. O principal curso que agente faz é o de CAATINGA em Juazeiro no NIOPAC. A POLICIA MILITAR ela é uma só em qualquer lugar, seja no interior seja na capital, eu acho que é hora dos policiais se unirem e nao ficar tentando desmerecer uma unidade ou outra. Quem pensa que as especializadas do inteior atuam apenas em zona rural esta muito enganado nos atuamos em cidades tambem e em lugares muito mais violentos que Salvador,temos varios policiais quem estava atuando no Rio de Janeiro pela Força Nacional. Ou seja especializada do interior ou capital(BPChq)no final é uma policia só.

Anônimo disse...

convidado qualquer um pode ser...
ou fazer esse curso de caatinga...mas o requisito para entrar nas especializadas era o curso de operaçoes rurais e o que eu to falando eh q tem q ser reconhecido q o BPChq eh o pai e mae de tdas as especializadas do interior...

Anônimo disse...

"A coe da PM só fica dormindo, tem que desativar aquela carniça, e reativar a ROTAMO, que prendia e apreendia mais do que as 4 companhias independentes de policiamento tático, RONDESP juntas. O coe da PC trabalha muito pouco, mas quando faz uma operação, é A OPERAÇÃO. As melhores mesmo são as 8 companhias especializadas, consideradas o esqueleto" da PMBA. SERTÃO!!! Coloquem a ROTAMO novamente na capital, se fizerem isso não vão precisar de alguma CIPE para socorrer o povo soteropolitano."

 
BlogBlogs.Com.Br

'Digite seu e-mail:'

Fornecido por FeedBurner