quinta-feira, 8 de janeiro de 2009

Papel

No geral, a polícia tem se esforçado em cumprir seu papel, seja a civil ou a militar, na luta contra o crime. Porém, nem só dessas instituições vive o combate à marginalidade, depende também, por exemplo, do sistema penitenciário, que nos últimos dias acabou indiretamente permitindo a fuga de centenas de presos após o indulto no final de ano, talvez por falta de meios, ou mesmo por força de lei, mas o fato é que aconteceu a evasão, não há como negar. Hoje foi a vez da Justiça vacilar, ao ser constatado o furto de 43 armas, entre revólveres e pistolas da Vara Criminal de Fórum em Camaçari, agravado pela acusação do furto ter sido gradativo, sendo as armas subtraídas aos poucos de um armário, o que demonstra aparente inadequação do local utilizado para armazená-las, bem como a inépcia da autoridade que era responsável por fiscalizar o controle do material e demorou a perceber o que ocorria. Como visto nos hodiernos exemplos acima, temos um quadro onde a PM e a Civil realizaram prisões de pessoas e apreensões de armas, ao tempo em que o sistema carcerário deixou fugir presos e um Fórum permitiu que farto armamento fosse recuperado pela bandidagem. Que situação hem...

Um comentário:

SGT mauricio disse...

Parece que seguran;a p[ublica [e uma brincadeira n[os policiais se esfor;ando se arriscando com a propria vida como fazemos no juramento para essas armas serem perdidas dessa forma,que brincadeira.

 
BlogBlogs.Com.Br

'Digite seu e-mail:'

Fornecido por FeedBurner