domingo, 15 de fevereiro de 2009

PEO

Ainda a 4 dias do Carnaval, já se evidencia pelas ruas a indisfarçável intimidade criada por boa parte da população soteropolitana com os Postos Elevados de Observação espalhados ao longo de todos os circuitos da folia. Os PEOs são estruturados como um dispositivo a serviço da PM para melhor monitorar a aglomeração, mas basta um breve afastamento da patrulha que o ocupava para que a população tome conta. Em geral, predominam as crianças, que se amontoam sobre a instalação para melhor assistir à festa, com vista privilegiada e um pouco mais de conforto; às vezes alguns jovens e adultos também ousam a subir, alguns até arriscando dançar e pular sobre a estrutura, pondo à prova o que foi construído basicamente para suportar cerca de 5 pessoas em pé ou sentadas, sem tanta algazarra. A maioria sabe o que fazer diante da aproximação de uma patrulha que irá ocupá-lo, às vezes preocupa a pressa que beira o pânico de alguns enquanto descem, talvez pela ação de algum preposto menos tolerante - contudo é válido realçar a necessidade de uma sincronia pacífica, já que seria inadmissível qualquer PM ter que insistir ou implorar pela liberação de um espaço já reservado para o efetivo de serviço, coisa que uns poucos ainda resistem a compreender. Durante o dia, enquanto os trios não passam, é comum ver ambulantes, alguns bêbados, pessoas menos abastadas ou foliões "ressaqueados" repousando à sombra do elevado. É um dos símbolos saudáveis da relação entre a PM e o povo durante os dias de festa.

Um comentário:

Emmanoel Almeida disse...

Gentileza informar o autor das fotos.
rs
Bom Post.

 
BlogBlogs.Com.Br

'Digite seu e-mail:'

Fornecido por FeedBurner