sexta-feira, 6 de março de 2009

Segue

Apesar da turbulência, a vida continua na corporação. O assunto maior, palpitante em meio à tropa, e ainda "proibido" em alguns quartéis, onde falta abertura de comunicação entre comandante e comandado, não impediu que o serviço de manutenção da ordem prosseguisse, na medida do possível. Além do pronunciamento do senhor Cel PM Mascarenhas, Comandante Geral, na televisão após a entrevista coletiva da SSP, houve uma nota para a imprensa sobre o que foi entitulado Episódio envolvendo oficiais, dando conta da manifestação formal da corporação sobre o assunto. Segundo o telejornal Aratu Notícias 2ª Edição, a Assessoria de Comunicação da SSP alegou serem desnecessárias as imagens do momento da prisão, na Band o governador do estado disse que nem ele havia visto as imagens, filmadas de acordo com a Justiça, e não gostaria de ver a situação se transformando em espetáculo. No Orkut, já circulam diversas charges e montagens sobre o tema. Talvez, temporariamente, haja um certo abalo no poder de barganha da briosa para requerer certas benesses legais devidas, é preciso manter as ações exitosas para reforçar o que se tem de bom a oferecer.

Um comentário:

Na Moita disse...

Caros colegas deixemos que a justiça resolva esse percalço, cumpramos nosso leal dever de manter a segurança pública, a instituição está acima de temporários homens.

 
BlogBlogs.Com.Br

'Digite seu e-mail:'

Fornecido por FeedBurner