quinta-feira, 26 de março de 2009

Fechados

Reportagem de capa do Correio hoje lamenta a previsão de fechamento definitivo de todos os módulos na cidade, devendo ser substituídos por módulos móveis, ainda em fase de projetos e estudos. Substituir por rondas talvez seja até mais eficiente, mas por certo desagrada a população das adjacências, que vê naquele ponto base um referencial de segurança. Ainda creio que essas estruturas tenham aspectos positivos, descentralizando as bases de policiamento de modo a fornecer aos policiais alguma proteção das intempéries, instalações sanitárias, suprimento de água e até alimentos, melhor comunicação, entre outras vantagens, desde que as estruturas não sejam sucateadas, seja por falta de manutenção periódica dos escalões responsáveis, ou por mau uso por parte daqueles que o têm como local de trabalho diariamente. Um módulo estruturado, com 2 a 4 policiais, dispondo de 1 ou 2 motocicletas, ou até uma viatura, facilitaria o rápido atendimento de ocorrências nos bairros, contudo carências e obstáculos parecem impossibilitar a colocação em prática de ideias desta natureza. O assunto já foi abordado por outros jornais anteriormente, sendo discutido em pelo menos 3 vezes anteriores aqui no blog (1, 2 e 3), chegando-se agora a este desfecho.
Só o tempo dirá se estamos perdendo ou ganhando com a vindoura aposentadoria deste simbólico posto avançado da corporação.

9 comentários:

Na Moita disse...

Experimente ter apenas um colega dentro de um módulo, onde ao mesmo tempo ficam expostos.
Sugiro que oficiais trabalhem por um mês em módulos nos bairros de alto risco.
O que vocês têm é teoria demasiadamente, venham para o mundo real. Como pôde apoiar que os módulos policiais devem permanecer, os oficiais estão preocupados com a população..., e os profissionais que estarão arriscando suas vidas?

Anônimo disse...

Até entendo a sua boa intenção no que diz na permanencia dos modulos com as respectivas ideias e sugestões,mas a realidade e a vontade de nossos superiores hierarquico são outras.Já passou da hora deles acabarem.

Victor disse...

Na Moita, as duplas de PO, como o próprio nome já indica, são formadas por 2 PMs. Se os mesmos 2 PMs forem colocados dentro de um módulo, estarão mais vulneráveis por isso?
O que propõe como solução, que espalhem-se mais duplas? Que só haja o radio-patrulhamento em viatura? É preciso propor alternativas para se estudar a melhor opção.

Na Moita disse...

Caro victor, nao subestime a capacidade de criatividade dos praças em propor soluções mas, desde quando colocaram a nossa disposição meios de enviar sugestões?, apenas no carnaval existe uma folhetinho que questiona se o lanche foi bom, por que nao perguntaram antes como deveria ser a nossa alimentacao durante este período ( apenas como exemplo ).
Questionam aos motorista se as viaturas novas eram ideiais para o serviço de patrulhamento?, nos diga como sugerir?, como enviar propostas?, se houver um meio de faze-los, chegará ao fim? e se chegar ao fim serão atendidas ?
Caro Victor a realidade é outra.

Anônimo disse...

CARO VICTOR...VC COMO OFICIAL SUGERE QUE PRAÇAS APRESENTEM SUGESTÕES. E DESDE QUANDO OS NOSSOS CMTS, NA PRÁTICA, ACEITAM SUGESTÕES DE PRAÇAS PARA UMA EFETIVA MELHORA NO SERVIÇO? ELES(VCS), QUANDO ELABORAM QUALQUER COISA NA PM, SEQUER CONSULTAM AQUELES QUE CONHECEM DE FATO O TERRENO. APENAS OBEDECEM.
POR ISSO AFIRMO QUE O ANTIGO "R-QUERO" AINDA EXISTE NA PM

Anônimo disse...

Uma vez Oficial sempre opressor.
Pensam em ofertar serviços de segurança pública, mas não querem se expor, ficam em gabinetes com ar condicionado, asinando ordens de serviço e mais nada. Em Irecê, uma certa feita fizeram uma gabine de vidro, e colocaram uma cobaia (praça) dentro dele sozinho por 24 horas, isso tudo em frente do banco do Brasil, assaltado por elementos fortemente armados duas vezes, somente para garantir o extra da agência financeira. Pensaram na vida, bem estar e integridade de alguém. Não. Mas se fosse um Oficial seria bem diferente.

Na Moita disse...

Caro Victor, por mais que vc demonstre ter uma outra mentalidade a respeito dos praças, mas vc nao conhece a nossa dura realidade, se algum dia vc colocar em tese para que os praças exponham tudo que passamos vc vai ficar estarrecido! ( ou não ).

Victor disse...

Na Moita, escrevendo assim você parece não considerar que na APM existem inúmeros alunos que vieram da tropa, alguns deles como mais de 15 anos de serviço como praça da PMBA, sem contar nos colegas do CFOA, com extensa experiência, compartilhada através da intensa convivência ao longo dos anos, através de relatos de situações vividas e queixas remanescentes dos tempos de praça. A realidade da tropa não está distante dos muros da APM.

clio disse...

A idéia de môdulo é ultrapassada, nos tornamos espantalhos no milharau, os pós-graduados em segurança pública sabem disso, porém à interferência politica é maior e o vereador, o deputado, entre outros precisa mostrar para seu eleitorado que foi ele que construiu aquele môdulo, todos sabem que é preciso construir pequenas bases, com mais pms e veiculos motorizados.

 
BlogBlogs.Com.Br

'Digite seu e-mail:'

Fornecido por FeedBurner